visto-para-os-estados-unidos-entenda-o-que-mudou-com-trump.jpeg

Visto para os Estados Unidos: entenda o que mudou com Trump

Enquanto a gestão do ex-presidente americano, Barack Obama, estudava retirar a exigência de visto para os Estados Unidos para turistas brasileiros, o novo presidente, Donald Trump, decretou novas exigências que podem dificultar um pouco mais o processo de entrada no país, e não só para brasileiros!

Logo no primeiro mês de sua gestão, Trump tomou uma série de decisões em relação à entrada de turistas e imigrantes nos Estados Unidos, que dividiu opiniões no mundo inteiro.

Apesar das mudanças não serem tão significativas para os brasileiros, é preciso conhecê-las para evitar qualquer problema, caso você tenha a intenção de solicitar um visto americano a partir de agora.

O que muda para os brasileiros em relação ao visto para os Estados Unidos?

Até então, a única mudança confirmada, em relação ao visto para os brasileiros, é o aumento do número de entrevistas obrigatórias. Essa regra serve apenas para o visto de turismo.

É importante lembrar que o visto não garante a entrada no país. Mesmo após as entrevistas, é preciso que o oficial da imigração libere sua entrada quando você chegar aos Estados Unidos.

Solicitação de vistos de turismo

Para solicitar o visto americano, é preciso passar por 2 procedimentos presenciais. O primeiro é a conferência de documentos e coleta de fotos e digitais no CASV (Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto), e o segundo é a entrevista no consulado americano.

Antes, esses procedimentos eram obrigatórios para solicitantes entre 16 e 65 anos, ou seja, quem tinha menos de 16 anos ou mais de 65 não precisava se submeter à entrevista no consulado. Agora, qualquer pessoa entre 14 e 79 anos precisa comparecer tanto ao CASV quanto ao consulado para realizar ambos os procedimentos.

Em resumo, apenas crianças de até 13 anos ou idosos de 80 anos ou mais estão dispensados de fazer a entrevista presencial para a solicitação de visto americano. Mas é importante lembrar que, ainda assim, essas pessoas precisam solicitar o visto e marcar o atendimento no CASV.

O visto será concedido ou negado sem a necessidade de uma entrevista no consulado, mas ele ainda é obrigatório para a entrada de qualquer pessoa no país.

Renovação de vistos

As regras para a renovação de vistos para brasileiros também mudaram. Antes de Trump, qualquer pessoa que tivesse o visto vencido     até 4 anos     poderia pedir a renovação sem a necessidade de fazer uma nova entrevista.

Hoje, esse prazo diminuiu de 4 anos para 12 meses. Ou seja, quem ainda tem o visto válido ou vencido a menos de 1 ano, consegue a renovação.

Quem tem o visto vencido a mais tempo do que isso, precisa começar o processo desde o começo e fazer a solicitação de um novo visto, inclusive fazendo uma nova entrevista.

Vistos de trabalho e estudo

A Embaixada Americana informou que podem haver mudanças em relação aos vistos de trabalho e estudo, que ficariam ainda mais difíceis de se conseguir, porém ainda não há nada confirmado.

É possível que o número de vistos de trabalho para brasileiros diminua, e as exigências para consegui-lo, aumentem ainda mais.

O visto de estudante, para quem quer fazer uma graduação nos Estados Unidos, permite que o estudante trabalhe por até um ano, a partir de sua data de formatura. A intenção do governo de Donald Trump é cancelar essa permissão de trabalho.

Mas, como já foi dito, ainda não há nada confirmado em relação a esse tipo de visto.

O tempo de espera pelo visto aumentou?

Após a mudança das regras, a Embaixada Americana reforçou a recomendação de solicitar o visto com o máximo de antecedência possível. O processo sempre foi um pouco demorado, e agora que mais pessoas precisarão fazer entrevista, o tempo de espera pode aumentar ainda mais.

Para fazer a solicitação é preciso preencher um formulário, tirar uma foto, reunir diversos documentos, marcar a visita no CASV e depois no consulado, que está presente em apenas 4 em cidades brasileiras, o que pode exigir que você faça uma viagem.

Após a aprovação do visto, é preciso esperar alguns dias para que ele seja entregue em sua casa ou esteja disponível para retirada.

Junte todos esses procedimentos com a possibilidade de algum imprevisto e comece a realizar o processo com aproximadamente 6 meses de antecedência. Assim, você terá tempo suficiente para fazer tudo com calma.

Houve mudanças para cidadãos de outros países?

Se o processo ficou mais complicado para os brasileiros, para pessoas de alguns outros países a situação ficou bem pior. Em janeiro, Donald Trump assinou um decreto que proíbe a entrada de cidadãos de 7 países nos Estados Unidos, na maioria, países muçulmanos. 

Iraque, Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen foram os países inicialmente proibidos de entrar no país. Depois de uma série de protestos e até um bloqueio da justiça americana sobre esse decreto, um novo documento foi assinado, permitindo a entrada de cidadãos iraquianos.

Ainda assim, cidadãos dos outros 6 países estão proibidos de pisar em terras americanas, mesmo aqueles que já possuíam visto. Inclusive, pessoas desses países que vivem legalmente nos Estados Unidos e estavam fora do país quando o decreto foi assinado, foram impedidas de entrar novamente.

Até mesmo as pessoas que possuem Green Card — um visto de residência permanente — podem ser barradas ao tentar entrar nos Estados Unidos. Nessa situação, serão analisados caso a caso.

Nos primeiros dias, diversas pessoas foram barradas na imigração americana. Hoje, a recomendação é de que as próprias companhias aéreas barrem o embarque desses cidadãos.

Como ficam os refugiados?

Donald Trump também impediu a entrada de refugiados da Síria por pelo menos 120 dias — o equivalente a 4 meses     exceto daqueles que já possuíam a autorização prévia para entrar no país. 

A justificativa do governo americano é de que essas regras foram criadas para evitar que terroristas entrem no país, diminuindo as chances de ataques. Esses decretos tiveram o apoio de muita gente, mas também foram muito criticados, gerando diversos protestos no mundo inteiro. 

O que você achou dessas novas regras em relação à emissão de vistos para os Estados Unidos? Será que elas são realmente necessárias e podem ser eficazes para evitar a entrada de terroristas no país? Deixe um comentário e compartilhe conosco a sua opinião!

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Comments (4)

  1. ACHEI ÓTIMAS E REALISTAS. NOTA 10 PARA TTUMP. NÃO CONHEÇO OS EUA, MAS AGORA VAI SER NA PRIMEIRA OPORTUNIDADE.

  2. Vi o link de voces na pagina do Olavo de Carvalho no facebook. Excelente site com ótimas informações! Próxima viagem será para NY!❤

    1. Olá, Marcelo. Ficamos muito felizes em saber que você gostou do nosso Blog, continue acompanhando, em breve teremos novidades.
      Nova York está te esperando, venha logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This